Blog Snowman Labs Blog

Da série: Como desenvolver um app – Complexidade e quantidade de funcionalidades

Danilo Brizola

por Danilo Brizola, Business
em 20 de junho de 2016.

Dando continuidade ao nosso último post, vamos falar sobre o primeiro ponto que pode influenciar no para desenvolver um app mobile: a complexidade e quantidade de funcionalidades que esse produto terá.

Então você pergunta: “Ok, mas como vou saber se uma funcionalidade é complexa ou não?”. De fato, para uma pessoa que não é da área ou que não tenha experiência em desenvolver um app mobile, fica bem difícil saber se uma funcionalidade é complexa ou não. Pensando nisso, separamos algumas funcionalidades de um app para explicar esse ponto. Para isso, vamos utilizar o exemplo de um aplicativo como o 99Taxis, conhecido da grande maioria, tendo como base o aplicativo utilizado pelo usuário final (usaremos esse exemplo pois também existe um aplicativo para os taxistas, com funcionalidades diferentes, que é utilizado para receber as corridas dos clientes, esse deixaremos de lado).

taxi-app

Complexidade baixíssima = Ligar para um telefone/ Enviar um email / Compartilhar

Complexidade baixa = Ajustes de preferências / Feed de informações

Complexidade média = Mapa / Histórico de corridas

Complexidade alta = Chamar táxi (tempo real) / Táxis no mapa (tempo real) / Notificação (implementação back-end e app) / Pagamento (integrações) / Gerenciamento de usuários

Vale lembrar que utilizamos somente algumas funcionalidades do aplicativo para demonstrar quais são menos ou mais complexas. Um aplicativo como esse costuma ter muito mais funcionalidades do que as listadas acima.

Resumindo, uma funcionalidade tem uma complexidade mais alta quando há diversas regras para implementá-la ou, até mesmo, porque precisará ser criada, no caso de uma nova tecnologia, por exemplo. Já as funcionalidades de menor complexidade não exigem essas regras e, muitas vezes, já são disponibilizadas pelo próprio sistema operacional para serem utilizadas (enviar um email, por exemplo).

Unindo a complexidade com a quantidade dessas funcionalidades, já temos grande parte dos custos para desenvolver um app mobile, ou seja, quanto mais funcionalidades com nível de complexidade alto no projeto, maior será o custo.

Em nosso próximo post, vamos abordar sobre o segundo fator que influencia no valor de um app, a equipe que será envolvida no desenvolvimento. Não perca, é na próxima segunda-feira!

PS: Ficou com alguma dúvida? Envie para [email protected] que teremos o prazer em ajudá-lo. 😉

Comments

comments